Seguidores

Romance escrito em tempo real

domingo, 19 de julho de 2009

A ARTE DA RESTAURAÇÃO:

Abandonar o que precisa ser restaurado, derrubar, erguer um novo, sempre foi tão mais fácil e rápido. Tantas vezes vi irem abaixo igrejas e casarões centenários ou, em nome da “modernidade”, a total descaracterização. Pinturas e afrescos sendo cobertos por várias demãos de tinta. Criando-se assim elipses históricas e culturais. Perdas inestimáveis. Restaurar é um ato de delicadeza e paciência. No dia-a-dia, quantas vezes também nos descaracterizamos, abandonamos, abolimos traços importantes de nossa personalidade. Vamos passando por cima do que acreditamos, sendo moldados de acordo com a situação e o momento, acrescentando e agregando valores que nos foram impostos. Quando se percebe, o que existia de mais genuíno e importante vai ficando em segundo plano. O mais importante é lembrar que o essencial não cai de moda, não se degrada e nem existe peça de substituição. O que existe é a restauração, mais que isso: O “Advento da Restauração” É preciso trazer de volta tudo que vale a pena, mas que foi se perdendo com o passar do tempo. Merecemos restaurar a paciência, a alegria genuína. Aquela alegria de nossa infância que nos fazia dobrar de rir, gargalhadas que preenchiam, com certeza, a casa em que vivemos nossa infância.

Stella Tavares
Publiquei novamente esta postagem por senti-la de acordo com o que sinto nesse momento. Sinto que estou disposta a restaurar tudo o que realmente vale a pena e isso me enche de vida. Somos uma obra em construção. Nunca estaremos prontos e isso é mais uma dádiva que recebemos de Deus. Até o último instante estaremos com nossa alma de aprendiz a observar, aprender, aprimorar. Nossa alma, o cinzel que usamos para esculpir, aperfeiçoar o nosso ser em eterna construção e movimento.

30 comentários:

J. Araújo disse...

Vim conferir as novidades que sempre encontramos aqui neste espaço ricos em informação.


Bjsss

angela disse...

Oi Stella
Obrigada pelas palavras, fiquei feliz, inclusive por apreciar seu jeito de escrever.
Concordo com você, vejo São Paulo e me dá uma pena...tanta coisa destruida e que fazem falta.
Bobear, estamos nós ficando descartaveis.
Beijos

Lis disse...

Oi,Stela, vejo com tristeza tambem a forma como tratam as construçoes antigas nessa país. Outro dia, estava olhando umas fotos do Rio Antigo e vi que foi demolido o Palácio Monroe ,na Cinelândia, acho que pra construir um metrô. Nem sei como tiveram coragem,era lindo.Em nome da modernidade eles fazem tudo. Concordo que é hora de restaurar nossos valores,e assim reencontrar nossa alegria muitas vezes,perdida.
Abraços

Muriel disse...

Oi, lindinha,...
Estou precisando restaurar metas ..
Gostei de sua postagem ..
Restaurar será minha motivação pra segunda..
Bjus ..
Bai ..

Helinha disse...

Oi, querida!!

Acho que o segredo é este mesmo... aprender com os erros... abandonar hábitos, atitudes, coisas que não nos fazem bem e não nos acrescentam nada... preservar a essência... e restaurar e valorizar o que realmente importa!!

Parabéns pela postagem!!

Beijo grande!!

Daniela e Yolanda disse...

Estou ansiosa para ler algum dos teus trabalhos.
Já não consigo ficar sem ler e tenho a certeza que as tuas leituras me irão ajudar :D
Beijo*
Yola

DIABINHOSFORA disse...

Infelizmente, também em portugal destroem o antigo em nome de modernices descaracterizadas e que apenas espelham a ignorãncia e a falta de gosto de quem as constroi.
Triste...

Cantodomeucordel disse...

É sempre uma boa surpresa visitar seu blog, encontramos cada vez algo diferente e fascinante.

Poético abraços.

Zilda Santiago disse...

Excelentes textos.Obrigada pela visita e comentário.Beijo no coração e volte sempre.
Zilda Santiago(Dida)

Frederico Salvo disse...

Stella,
deixo como comentário esse meu poema.

Sagrada ingenuidade

Quero a criança que existe em mim.
Sim, aquela que olhava as ruas ensolaradas
E respirava o vento matinal
Sem preocupações metafísicas,
Sem entender os adultos.
Quero que ela saia numa explosão transbordante,
Banhando beneficamente minha alma,
Cicatrizando feridas emocionais.
Quero que corra risonha em minhas veias,
Irrigando todo o meu corpo
Daquela sagrada ingenuidade.

Frederico Salvo
*********************
Direitos efetivos sobre a obra.

Thais Motta disse...

Tem presente p. vc no meu blog !

Passa la

Beiijo (:
e feliz dia do amigo ! ;)

Muriel disse...

Oi, lindinha...
Vc é muito gentil ...
Não escrevo muito bem, álias gosto de escrever meus p antes dos o, e por ai vai ...
Cada dia minha cabeça vai me levando para uma gramática desconhecida...
Mas é legal, vc vir me visitar..
Amei,,
Bom dia do amigo pra vc de coração..
Foi muito bom vc cair via internet na minha telinha ,,,

Bjus ....

Adelino P. Silva disse...

Stella, excelente post. O assunto é fascinante. É preciso restaurar a nossa personalidade, a nossa vida, porém, sem que a destruamos por completo tal como fazem com os casarões antigos que nem sempre são restaurados.
Um grande abraço.

Mônica Angeleas disse...

Feliz Dia do Amigo!!

Depois passa lá no blog que tá rolando um sorteio!!

Bjs

http://www.inteirativa.blogspot.com/

Tiago disse...

Ao menos no fundo as características permanecem...qd surgem estes momentos de "RE-flexão" agente acorda e desprende da "2º mão"...rs

Dá mais trabalho, mas vamos nos descascando até encontrar a nossa essência...

Beijinhos e ótima semana!!

Karen disse...

Olá! Vim aqui pra explicar minha ausência... Tive uns probleminhas, e tive que dar uma reviravolta no meu blog. Tá tudo explicadinho lá no último post. Não abandonei, nem restringi o acesso de vocês não, ein! Hoje eu tô só notificando meus seguidores do novo endereço, e do novo nome. Depois volto com mais calma! Beijos e uma boa semana.

Sandra disse...

Passei para dar uma olhadinha no seu blog.
Voltarei, tá.
Hoje estou sem condições de ler tudo.
Com muito carinho
Sandra

Vim através do blog da Jacque.

Filoxera disse...

A vida é um constante devir.
Um beijo.

Vicktor disse...

Querida Stella

Que maravilhosa defesa do património construído e também do património imaterial da Humanidade.

beijinho.

Madalena Barranco disse...

Olá Stella, muito prazer!

Obrigada por ser "seguidora" de meu bloguinho, que anda desatualizado, mas prometo colocá-lo logo em dia.

"O essencial não cai de moda". Apenas por essa frase pressinto uma bela amizade blogueira. Concordo com você!

Abraços e até breve.

Marjory de Oliveira disse...

Oiii,nossa é verdade a gente acaba colocando as coisas mais importantes em segundo plano,e fazemos isso sem perceber oque é ainda pior né?!
um beijoo

Bia disse...

Oi flor!
Estou aqui para divulgar meu bazar, o Estilo Bazar, sou nova aqui nos blogs.
Dá uma passadinha lá para ajudar e dar uma olhadinha (vai que você se interessa por algo, né?).
ah, e ainda tenho muuuitas coisas para postar, então as atualizações serão bem frequentes ;)
se puder linkar, me avise para eu poder retribuir!
beijão e muito obrigada!
(se já te mandei esse comentário, por favor me desculpe)

http://estilo-bazar.blogspot.com/

Lucimar Sant`Ana disse...

Gostei muito do seu Blog!
As palavras são para quem gosta de escrever como a leveza das borboletas.

Jacque disse...

Tenho um selinho sem regras para você no Blog ARCO - IRIS ENCANTADO.

Beijo.

Jacque

disse...

Tem um selo para você no meu blog :D se você quiser pode coloca-lo no seu blog. :**

Dani Antunes disse...

ei... tu nem me respondeu o e-mail. desistiu? =S

Valdemir Reis disse...

Olá amiga.

Obrigado por sua gentileza. Parabéns pela excelente texto publicado, interessante, belissimo, uma maravilha! Sublime... Ótima contribuição. Aproveito para informar que em virtude do "MBA" o tempo ficou muito apertado em conjunto com as demais atividades que desenvolvo, mas qdo sobra um tempinho venho dividir com os amigos(as). Aproveito para compartilhar um pensamento de C. Coralina; "Se temos de esperar, que seja para colher a semente boa que lançamos hoje no solo da vida. Se for para semear, então que seja para produzir milhões de sorrisos,de solidariedade e amizade." Votos de muito sucesso, brilhe sempre! Tenha um ótimo e alegre fim de semana, muita paz e luz, fique com Deus, felicidades. Forte e fraterno abraço. Felicidades.

Valdemir Reis

angela disse...

Stella
Tem umselo/premio para você no meu Blog. Passe por lá.
beijos

Sonia Schmorantz disse...

Todo momento é momento para restaurar nossa paz, nossa felicidade, é só dar o primeiro passinho...
beijos, lindo domingo

Wilson Rezende disse...

Passando para apreciar o blog, muito legal.