Seguidores

Romance escrito em tempo real

sexta-feira, 21 de agosto de 2009

Era uma vez...

Logo após o Era uma vez... poderá vir qualquer narrativa, mas presumimos que a partir daí virá sempre uma linda história. Se formos escrever uma história sobre nossas vidas e começarmos pelo era uma vez, com certeza selecionaremos nossas melhores lembranças e os mais nobres traços de nossa personalidade serão ressaltados.Se fosse me descrever a partir de Era uma vez diria: Era uma vez uma menina que se encantou pelas palavras. Tanto as amou que elas a acompanharam vida afora borboleteando em sua mente. Experimente a se descrever começando pelo era uma vez e terá uma lúdica e ao mesmo tempo precisa forma de autoconhecimento. Você poderá se surpreender o que virá depois, mas, com certeza o que existir de mais verdadeiro aflorará em sua mente.

Stella Tavares

30 comentários:

Stella Tavares disse...

A cada comentário das mensagens dos meus posts sinto tamanha proximidade, identidade até com as pessoas que frequentam minhas palavras. Visito-as também e assim vamos nos conhecendo através das frestas que escapam das postagens que elas publicam de sua autoria e até de outros autores, mas que são gentilmente selecionadas e oferecidas a nós, os leitores. Agradeço a todos pelo carinho e saudável convivência.
Bjos.

Rosemildo Sales Furtado disse...

Oi Stella! Agradeço sensibilizado as tuas pavavras e aproveito para te deizer que a recíproca é verdadeira. Quanto a retribuição das visitas, acho ser a forma mais justa, mais correta, pois o blog é como a casa da gente, quando a gente visita, quer ser visitado. Existem pessoas que se limitam em responder aos comentários no próprio blog, o que considero uma injustiça. Portanto, acho corretíssima a tua forma de proceder.

Quando partes para o teu "Era uma vez", embarcas direta e frofundamente para o teu interior, e tiras do teu ego coisas que te deixarão perplexa e passarás a te perguntar: será que eu fiz isso? Será que isso realmente aconteceu comigo?

Beijos,

Furtado.

Aninha Leme disse...

oi querida,

vc disse tudo. quando falamos em era uma vez é automático pensarmos na parte mais agradável da nossa vida. rsrs
é meio hipócrita, né? mas ao mesmo tempo não é.
todos possuem os dois lados da moeda..

adoro suas visitinhas no meu blog!

beijos

tertulías disse...

Voce é uma maravilha... era uma vez... deve ser o motivo prqu estórinhas da nosa infancia comecavam assim... eu também gosto do "e viveram felizes para sempre"... :-) ninguém fala se a cinderella e obsecada por limpeza ou se o prícipe roncava...

(Carlos Soares) disse...

E com certeza, este é um belo espaço a ser visitado. Boa referência você fez aos blogueiros,gosto muito de blog também. Sobre o tradicional "era uma vez", nada mais mágico em nossas infâncias, não é? Eu adorava.. "era uma vez". E gosto muito ainda. Vivi como ninguém o mundo encantado da literatura infantil. De Monteiro Lobato,então.Amo. Parabéns.Vocênão é só inteligente e inspirada, mas muito sensível também.Beijos

Lucimar Sant`Ana disse...

Gostei muito desta sua colocação era uma vez.
Na verdade o ontem era uma vez, e dai tudo recomeça como o novo dia. , As nossas histórias sempre se misturam e tem proximidade, embora escritas diferentes mas sempre era uma vez. Adorei!!!
Tenha um ótimo final de semana.
Bjos.

angela disse...

Também sinto essa proximidade com você e as pessoas que me visitam com frequencia e quando elas tem problemas ou saem de ferias sinto muita saudade.
Vou fazer o exercicio que propos, não hoje que estou atrasada em minhas visitas, mas logo.
beijo e bom domingo

*Adriana* disse...

Fiz o que aconselhou e realmente me surpreendi com as lembranças que vieram. Ótima dica. Quanto aos blogs, aos poucos deixamos de ser desconhecidos e ficamos amigos, pois ao comentarmos ou deixar nossas postagens, estamos nos revelando.

Marcone França disse...

"Era um vez..."
Partindo deste ponto percebo que as páginas foram escritas com um rotéiro diferente. Mas ainda não é o capítulo final.

Abraço!
Bom domingo.

Cavaleiro dos Dragões disse...

Na busca pelo autoconhecimento o lúdico é um poderoso aliado!
Um abraço lúdico de domingo.

Fernando Christófaro Salgado disse...

Olá Stella, gostei muito do seu blog e acredito que compartilhamos de opiniões muito parecidas.
Parabéns pelas belas palavras que escreve!

Abraços,

Fernando.

Edna Lima disse...

O meu era uma vez seria sobre superação que trago na minha mente desde antes dos meus 5 anos.
Obrigada pela visita regular em meu cantinho. Grande bj Edna

Ricardo Calmon disse...

Comungo com o Cavaleiro dos Dragões,lúdico e tranlúcido post esse!Era uma vez.....quero mais!

Viva Vida!

Chá das Cinco disse...

Estou aqui para compartilhar com você as tuas palavras,sou sua seguidora agora e com o maior prazer.

Chá das Cinco disse...

Estou aqui para compartilhar com você as tuas palavras,sou sua seguidora agora e com o maior prazer.

Angela Guedes disse...

OI, STELLA!!!
TENHA UMA OTIMA SEMANA.
"DENTRO DE CADA UM DE NÓS OCULTA-SE UMA LINDA SINFONIA REGIDA PELA MÃO DE DEUS, NUNCA ESTAMOS SÓS, É NO SILENCIO QUE OUVIMOS MARAVILHAS."
BEIJOS
ÂNGELA

Sonia Schmorantz disse...

Era uma vez sempre começa as histórias, mas nem todas tem aquele...e foram felizes para sempre! Talvez seja porque a história de quem conta termina ali, e a realidade continua...
beijo, uma linda semana para ti

Flávia Diniz. disse...

Bom dia, Stella.
Obrigada querida,que bom que você gostou.
Muito bom seus textos!!
Virei sempre aqui.


Beijos e tenha uma ótima semana.

=*

Flávia Diniz. disse...

'Sempre convivi com insegurança, mesmo quando ainda não sabia o nome do que sentia.'

Adorei.

angela disse...

Stella
Tem um selo para você no meu blog, venha pega-lo.
abraços

Helinha disse...

É verdade, querida...

Como muito bem disse o Drummond: "...E eu não sabia que minha história era mais bonita que a de Robson Crusoé..."

Com certeza, todos nós temos histórias belíssimas, e é preciso valorizá-las!!

Amei o comentário falando sobre o que vc sente com relação às visitas e comentários!! Sinto o mesmo e adoro sua visita!!

^^

Beijão!!

Paulo Tamburro disse...

ERA UMA VEZ uma especial e competente escritora que visitou meu blog, Humor em Texto e disse:

-"Adorei o texto! Como me diverti! Obrigada mesmo!!!
Uma feliz semana pra você."

STELLA, muito obrigado pela honrosa visita e creia, tê-la agradado é como se você carimbasse meu ego, com as mais preciosas palavras de incentivo e que muito me orgulharam.

Só os fortes abrem os braços, só os competentes e vencedores elogiam com desprendimento.

Só me resta como agradecimento e humildemente, tornar-me seu seguidor.

Aqui tenho muito que aprender.

Muito obrigado, Stella Tavares, nossa escritora.

Um abração carioca!

Livinha disse...

Olá Stella, obrigada pela tua visita ao meu recanto...
Gostei de tua apresentação e disponibilidade com que se coloca na interação deste espaço, tão somente nosso perfazendo todos. Reciprocidade é um conjunto de idéias que nos acrescenta e nos enseja a divisão, vez que no mundo das letras a beleza nos agraça em igual condição...
Era uma vez.... concordo contigo, quando em alguns poemas assim me descrevo na singeleza de minhas inspirações, vez que igualo até a uma chave que destranca as inúmeras portas de volta as nossas belas recordações...
Gostei daqui e vou te seguir.

Maravilhosa semana
Bjss

angela disse...

Vejamos:
1- clique em cima do selo para salva-lo
2- salve em qualquer pasta sua
3-adicine em uma postagem nova apertando aquele quadradinho que usa para adicionar imagem no post
e publique como uma postagem nova.
abraços

FERNANDA & POEMAS disse...

OLÁ STELLA, MARAVILHOSO BLOGUE... PARABENS QUERIDA AMIGA... BEIJOS,
FERNANDINHA

"re" disse...

Era uma vez... Era uma vez uma rapariga de cabelos loiros e olhos verdes. A sua pele, queimada levemente pelo sol, era de uma suavidade tremenda, os seus lábios,, de um vermelho escuro lindo, pareciam pedir um beijo a todos os que a conheciam. As mãos da rapariga, de dedos compridos e finos, faziam parecer a de um qualquer pianista que toca a sua vida através das notas de um piano.
Apesar de ter uma face do mais belo que há, os olhos da rapariga permanecem tristes, perdidos algures no infinito, procurando um destino que ainda não encontrara.

Gosto qd me visita.
Besos

Everson Russo disse...

Um beijo querida, obrigado pelo carinho da visita e uma linda semana pra ti.

João disse...

Elogiar-te será o óbvio desse comentário. Não só por este blog, mas por tudo q vasculhei de vc por ai. Vc trata as palavras de forma delicada e precisa.
Agora, estarei sempre a vigiar tuas palavras.

G I L B E R T O disse...

Stella


Era uma vez um blogguer que navegava pelas ondas da virtualidade e, um belo dia, encontrou um porto seguro cheio de belos textos e belos poemas. Este caís era de uma mulher que amava as palavras, de lê-las e escrevê-las, assim como ele. Oh! ele se encantou e ficou por ali, parado um tanto e outro tanto, prometendo-se voltar sempre.

O homem encantado, descobriu-se, se torna melhor!

Grato! Pelas belezas aqui postadas!


Gilberto
nel mezzo del cammim

Fabiano Mayrink disse...

Concordo, o era uma vez da um ar de contos de fadas, obrigado pela visita, sera sempre bem vinda!