Seguidores

Romance escrito em tempo real

terça-feira, 15 de junho de 2010

Em tempo

Um pouco de mar se fez estrela
Cansado da inutilidade de ser mar
O dia se fez noite
e permeou o meu corpo inerte,
conquanto no peito,
a ferida viva fecunda o verso
e a mão delineia um poema
na morna textura do papel.

Conspiram o Cósmico e o Divino
O meu desejo de menino,
Que sonha ser feliz.

Antes que a noite se faça dia,
em que eu perverso, saudade e verso
feito homem
em tempo de perder-se a poesia.



Poema de minha irmã Fátima Tavares Bahia que foi publicado em sua página no Recanto das Letras. Deixo aqui uma bela dica de leitura. Que todos tenham um belo dia e tenhamos todos uma bela partida de futebol e uma linda vitória do Brasil!
Bjs a todos

7 comentários:

Elaine Barnes disse...

Muito bonito e profundo. Sinto que a dor ficou ali feito ferida aberta,mas o desejo de ser feliz se sobrepôs.Fala também da perversidade do ser humano,não de ser mau,mas, o quanto nos pervertemos dando enfoque no que não deu certo,esquecendo do que temos de bom. Adorei o que sua irmã poetisou. Montão de bjs e abraços. Coloquei meu primeiro post no bloggirls,caso queira visitar
http://asmeninasdoblog6.blogspot.com/ Ficarei feliz.

Eduardo Montanari disse...

Eu gostaria muito de ter a sensibilidade para conseguir escrever assim. Acredito que pessoas que conseguem escrever algo tão profundo tem uma alma limpa e pura, consegue enxergar as cousas com uma clareza que poucos conseguem.

Lucimar Sant`Ana disse...

A sensibilidade que você tem quando escreve, mexe profundamente com as nossas emoções sempre.

Um grande beijo.

Lucimar

HM disse...

Belo texto, mais belo que a partida que o Brasil fez.

Abraço!!

Tertúlias... disse...

Pois gostei muito! Honesto...

Elaine Barnes disse...

Olá! Olha,fiz meu primeiro post no bloggirls e gostaria que desse uma olhadinha. Se puder é claro!
Montão de bjs e abraços agradecidos por sua visita. Adorei!
Montão de bjs e abraços
http://asmeninasdoblog6.blogspot.com/2010/06/nem-mais-nem-menos.html#comments

Rosemildo Sales Furtado disse...

Olá Stella! Passando para te desejar uma boa tarde e dizer que adorei o poema. Realmente, para o poeta tudo é possivel, principalmente quando a imaginação é bastante fértil.

Beijos,

Furtado.